Sunday, February 11, 2018

SOL Poente de ... Florbela Espanca!!!

A semana que passou 
...
a cada sol poente
apetecia guardá-lo
para sempre ... em nossa mente!!!





Ontem estava assim
e tal como se previa
o amanhecer foi com chuviscos!!!



Sol Poente

Tardinha... "Ave-Maria, Mãe de Deus..."
E reza a voz dos sinos e das noras...
O sol que morre tem clarões d'auroras,
Águia que bate as asas pelo céu!

Horas que têm a cor dos olhos teus...
Horas evocadoras doutras horas...
Lembranças de fantásticos outroras,
De sonhos que não tenho e que eram meus!

Horas em que as saudades, p'las estradas,
Inclinam as cabeças mart'rizadas
E ficam pensativas... meditando...

Morrem verbenas silenciosamente...
E o rubro sol da tua boca ardente
Vai-me a pálida boca desfolhando...

Florbela Espanca, in "Livro de Sóror Saudade"

// Consultar versos e eventuais rimas


Saí de Coimbra e o céu
estava assim:




Florbela Espanca

(Vila Viçosa , 8 de dezembro de 1894
Matosinhos, 8 de dezembro de 1930)
batizada como Flor Bela Lobo,
e que opta por se autonomear
Florbela d'Alma da Conceição Espanca ,
foi uma poetisa portuguesa.
A sua vida,
de apenas trinta e seis anos,
foi plena, embora tumultuosa,
inquieta e cheia de sofrimentos íntimos
que a autora soube transformar
em poesia da mais alta qualidade,
carregada de erotização,
feminilidade e panteísmo.
Há uma biblioteca
com o seu nome em Matosinhos.

Calculei que iria encontrar
o sol a pôr-se no horizonte
da nossa aldeia:





Informação da Wikipédia

6 comments:

  1. Maravilhosas fotos desses céus ...Linda poesia! bjs, chica

    ReplyDelete
  2. Querida, este poema de Florbela eu não conhecia. Ele é de uma grandeza estarrecedora que amordaça a alma e nos espreme os olhos para verter a última lágrima que não temos. Lindo, lindo, lindo. Muito obrigado, amiga. Grande abraço. Laerte.

    ReplyDelete
  3. Boa tarde. Florbela Espanca uma grande e ilustre poetiza.
    .
    * Poetizando a Folia do Carnaval *
    .
    Tenha um domingo de Carnaval Feliz

    ReplyDelete
  4. Adorei ler o poema e informações da Flor Bela Espanca. Obrigada.


    Beijinhos, boa noite!

    ReplyDelete
  5. O corpo de Florbela Espanca repousa no cemitério de Vila Viçosa, entra-se e ela ali está a receber-nos, vinda directamente da campina. Ou a pedir-nos um olhar nu como o horizonte alentejano, antes da igreja e da missa logo ao lado.

    ReplyDelete